Sento-Sé: Mais uma vez o Hospital Municipal é fechado por falta de médicos, medicamentos e equipamentos

Hospital Sento Sé

Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sento Sé (Sinsersb) denuncia o fechamento do Hospital e Maternidade Dr. Heitor. A Unidade hospitalar fechou por falta de médicos, medicamentos e equipamentos.

Segundo José Carlos de Souza, Presidente do Sinsersb, a saúde do município vem passando por uma situação muito crítica.

Vivenciamos um momento difícil, estamos alguns dias sem médico. A unidade de saúde esta trancada com dois vigias, por falta do básico na saúde pública“, finalizou José Carlos.

Segundo informações, por volta das 15 horas, deu entrada no hospital um paciente com princípio de infarto, mas só tinha duas técnicas de enfermagem para atender. A técnica tem por obrigação fazer a medicação que o médico prescrever, mas sem médico não tem como fazer o procedimento.

Os familiares se revoltaram e tentaram agredir as funcionárias por se recusarem atender. As profissionais se trancaram em uma sala por medo de represália. A Polícia Militar chegou e registou o problema, mas não teve condições de manter a segurança. As técnicas foram retiradas do hospital por segurança para aguardar a chegada do médico.

Na madrugada, outro cidadão sentoseense, acidentado de moto, precisou de atendimento médico, mas se deparou com o hospital fechado. Os familiares tentaram arrombar a porta e a polícia foi chamada outra vez.

Uma das pessoas que chegou a buscar atendimento no local, registrou na sua rede social o descaso. Um tio, que não conseguiu atendimento médico para sua sobrinha desabafou. Acompanhe o relato:

sento-se

Foto: WhatsApp

 

Sobre Edenevaldo Alves

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*