O empréstimo para negativados conta com a taxa de juros mais alta do mercado, já que os solicitantes possuem um histórico de inadimplência e apresentam um “risco” para as instituições financeiras.  Apesar disso, há algumas agências financeiras especializadas em empréstimos para negativados, que facilitam o crédito para quem está no vermelho.

Para quem tem condições de comprovar renda com documentos, a melhor opção de empréstimo para negativados é o crédito consignado, que desconta as parcelas de pagamento do empréstimo diretamente do salário. Assim, o banco possui a garantia que irá receber o que emprestou.

Outra opção de empréstimo para negativados é o refinamento de veículo ou imóvel, feita através da garantia de um dos dois bens quitados. Para quem precisa de dinheiro com urgência, a penhora de bens é uma alternativa com menos burocracia, já que não faz análise e não exige comprovação de renda. Como garantia, é necessário o “empréstimo” de um objeto valioso.

As instituições financeiras irão investigar a quantidade de dívidas – bancos são mais restritivos com pessoas que possuem cheques sem fundo e estão no CCF (Cadastro de Emitentes de Cheque sem Fundo). Algumas financeiras exigem que parte do dinheiro do empréstimo para negativados seja usado para quitar dívidas e limpar o nome do solicitante.

Entenda alguns cuidados necessários para quem está em busca do empréstimo para negativados:

– Não caia em golpes. Empresas podem se aproveitar da situação para cobrar, por exemplo, depósitos antecipados. É necessário pesquisar antes de fechar o empréstimo para negativados e não pagar nenhum valor antes de recebê-lo;

– Bancos e financeiras veem um risco de não receber o pagamento do empréstimo para negativas, portanto, as cobranças com prazos e parcelas podem ser mais rígidas;

– Tome cuidado com os juros. Antes de fechar negócio, compare Custo Efetivo Total (CET) de todas as opções disponíveis de empréstimos para negativados e, após isto, escolha a opção mais adequada.