Educação Financeira: Como falar sobre dívidas com sua família

A educação financeira é um ponto importante na hora de saber como falar sobre dívida com a sua família, uma vez que, além da angústia de não ter dinheiro para pagar o que é devido, há outro fator que transforma essa situação em um verdadeiro desconforto: o momento de confessar que precisam diminuir os gastos e viver com um orçamento mais apertado.

Se este for o seu caso, não se preocupe, aqui neste artigo você conhecer as melhores dicas de como lidar com problemas financeiros e familiares causados ​​por dívida, como explicar a situação para sua família e, acima de tudo, como fazer um plano conjunto para se livrar da dívida.

Como falar sobre dívidas com sua família

A primeira coisa que você precisa fazer é parar de falar sobre dinheiro como um tabu. É possível ter conversas honestas, claras e construtivas sobre dinheiro. Não fique paralisado com a ideia de que sua família o culpará ou julgará. Embora uma dívida seja uma questão difícil, não é impossível de resolver.

Neste momento, é importante que você mantenha a calma. Sabemos que as chamadas de cobrança geralmente são agressivas e intimidadoras, mas você deve pensar com calma, antes de tomar uma decisão que pode ter um impacto ao longo da vida.

Confira a seguir como conversar com sua família sobre a redução de gastos com cartão de crédito, entre outros, que não são necessários:

Realize um relatório dos últimos gastos

Como este é um assunto delicado, é preciso que você esteja calmo e com os pensamentos resolvidos em sua mente sobre as atitudes que precisam tomar para economizar.

Faça um relatório sobre a fatura do cartão de crédito, extratos bancários, dívidas, prazos para pagamento e quando as mesmas terminam. Depois disso, terá material para pensar em quais estratégias pode realizar para quitá-las e como falar sobre dívidas com sua família.

Converse com seus familiares tomando cuidado para não se sintam ofendidos

Mesmo que você já saiba o que precisa ser feito, é preciso escutar as outras pessoas e respeitar suas opiniões sobre o que pode ser feito. No entanto, não afrouxe a sua decisão, pois mesmo que seja difícil é preciso que tenha a consciência de como as mudanças nos hábitos financeiros são importantes para proporcionar bem estar e conforto, além de melhorar o patamar de vida.

Inicie a conversa falando que o orçamento será mais apertado nos próximos meses, porque há dívidas que precisam ser pagas e o único modo de fazer isso é cortando algumas despesas que parecem inofensivas, mas se somadas no fim do mês, fazem toda diferença.

Defina as despesas que são consideradas essenciais

É importante definir as despesas que são consideradas essenciais junto com a sua família, como é o caso da prestação do carro e da casa, média mensal do mercado, água, luz, gás, condomínio, escola das crianças.

Com base na renda livre que sobra quando essas despesas são pagas, retire o valor das dívidas e o que sobrar poderá ser a “mesada” para gastos simples que seus familiares podem ter.

Converse com seus filhos sobre a importância de realizar essa medida, ou seja, que estão poupando para ajudar a pagar dívidas e proporcionar uma vida melhor pra família no futuro.

Dê livros de educação financeira de presente

Um dos passos mais importantes é que além de escutá-lo, seus familiares recebam uma educação financeira básica para compreender melhor a importância do tema.

Saber como falar sobre dívidas com sua família é importante, mas fazer com que os mesmos aceitem e tenham consciência dos reais motivos para apertar o orçamento, também é essencial.

Além dos livros de educação financeiras, existem cursos online grátis de educação financeira que você pode inscrever seus filhos.

Por que devo discutir minhas dívidas com os membros da minha família?

Conversar com sua família sobre sua situação é mais benéfico do que você pensa, uma vez que ajuda a conseguir economizar para quitar boleto, prestações importantes, entre outros, além de evitar problemas com a restrição no CPF, e conseguir ter uma vida financeira mais saudável.

Confira a seguir as principais vantagens de discutir as dívidas com sua família:

  • Eles serão capazes de criar um plano conjunto para liquidar sua dívida.
  • Melhorará sua comunicação.
  • Você não terá que enfrentar o problema sozinho.
  • Seus filhos poderão aprender com a situação para não repetir esses problemas no futuro.
  • Eles estarão mais conscientes das despesas domésticas.
  • Eles serão capazes de tomar melhores decisões sem desespero.

Agora que você sabe como falar sobre dívidas com sua família, com certeza, terá uma relação mais saudável com sua esposa e filhos, além de economizar o que precisa para sair do vermelho.

Dicas úteis – Blog de faturas

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *