fogo de chao

Quem não gosta de uma costela bem assada, macia e saborosa? Uma das técnicas utilizadas para isso é o fogo de chão, mas esse processo é um pouco demorado se comparado ao tradicional e é preciso ter paciência para esperar algumas horas. No entanto, o resultado é surpreendente e vale a pena.

Porém, a maioria das pessoas que adoram churrasco não sabem como assar costela em fogo de chão. Sendo assim, observe como você pode preparar uma costela de boi inteira usando essa técnica.

Receita para assar costela em fogo de chão

Para fazer um churrasco onde a costela bovina será a atração principal, você precisa se certificar de que nada sairá fora do planejado. Para isso, veja abaixo uma saborosa receita.

  • 1 costela de 15 kg aproximadamente
  • 2 kg de sal grosso para temperar
  • 500 ml de cachaça
  • 1 espeto próprio para costela de fogo de chão
  • Lenha para o fogo
  • 10 kg de carvão

Passo a passo de como assar a costela em fogo de chão

  • Molhe a costela com 500 ml de cachaça e lave-a muito bem.
  • Use os 2 kg de sal grosso por toda a costela, esfregando e massageando bem a carne e espere pelo menos 25 minutos antes de colocá-la no fogo.
  • Espete a costela no espeto próprio para ela.
  • Com o carvão faça duas linhas de 1,50 metros, deixe um espaço entre as linhas para espetar a costela.
  • Sobre o carvão, espalhe um pouco de lenha, mas para demorar um pouco mais este processo de queima, use pelo menos 1 metro de lenha por costela.
  • Acenda o fogo usando um pouco de álcool e mantenha uma chama de 20 cm pelo menos.
  • Por fim, espere pelo menos 4 horas para conferir se a costela está no ponto, mas lembre-se que ela precisa estar bem passada.
  • Após retirar do fogo, elimine o excesso de sal e sirva.

churrasco de costela

A história da costela de fogo de chão

A costela de fogo de chão surgiu nas fazendas, onde os patrões mandavam os seus empregados matar um de seus bois para consumo próprio.

O patrão ficava com as melhores partes do boi, como a picanha, alcatra, maminha e o filé, já que estas são conhecidas como carnes nobres. O restante da carne do animal era entregue para os peões, como por exemplo, as costelas, miúdos e outras partes que não eram consideradas nobres.

Então, os empregados da fazenda enquanto estavam cuidando do gado que ficava no pasto, faziam um buraco no chão e cravavam a costela em uma estaca de madeira, deixando assá-la por algumas horas. A carne era temperada apenas com sal grosso, na maioria das vezes usavam o mesmo sal que alimentavam os bois, enquanto trabalhavam na fazenda.

Foi dessa forma que surgiu um dos mais gostosos costumes do churrasco. Com o passar do tempo, outras pessoas aprenderam como assar costela em fogo de chão e essa técnica é utilizada até hoje.

A carne da costela assada é bastante saborosa, mas geralmente fica um pouco dura em comparação as outras partes do boi, se assada de maneira rápida e convencional. O segredo é assar essa peça de carne de forma lenta e apenas com o calor do fogo, para que ela fique macia e saborosa ao mesmo tempo. Mas se você não se sente seguro o suficiente para fazer toda essa preparação, que tal contratar um churrasqueiro profissional e deixar que ele cuide de toda essa parte que antecede a comilança? Bom apetite!