Saúde

Para orientar foliões, Secretaria faz campanha de prevenção à doenças sexualmente transmissíveis

Foto: Divulgação

Durante o carnaval de Petrolina está sendo realizada uma campanha de conscientização e prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST). A ação da Secretaria de Saúde, através do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) tem o objetivo de orientar o folião em relação ao sexo seguro e à prevenção da gravidez indesejada.

Segundo o coordenador do Centro de Testagem e Aconselhamento, Anderson Andrade, nesses dois primeiros dias foram entregues 20 mil preservativos. “Estamos reforçando a campanha do Ministério da Saúde, e continuaremos nesses últimos dias. Nossa equipe está sendo abraçada pelas pessoas que estão recebendo as orientações e as camisinhas”, frisou.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil possui um alto número de pessoas com HIV. De acordo com os dados, existem no país aproximadamente 112 mil brasileiros com o vírus. Do total, cerca de 260 mil pessoas não se tratam.

A previsão é de que até amanhã (28), encerramento do Carnaval, cerca de 60 mil preservativos sejam entregues aos foliões por 28 funcionários do CTA.

Testes rápidos diagnosticam 15 casos de HIV durante Carnaval de Salvador

Imagem ilustrativa

Em apenas um dia de funcionamento dos postos de detecção de doenças sexualmente transmissíveis (DST’s), 15 pessoas foram diagnosticadas com o vírus HIV, no carnaval de Salvador (BA). O balanço foi divulgado neste domingo (26), pela prefeitura municipal, que instalou dois postos Fique Sabendo, nos circuitos da folia.

Os testes de detecção começaram a ser realizados no sábado (25), quando 1.428 pessoas procuraram os serviços. Além dos 15 casos de HIV, 54 foram positivos para sífilis e um para hepatite C. Em relação aos portadores de HIV, todos são homens, com idades entre 15 e 57 anos.

Os módulos de atendimento têm equipes de plantão, com atendimento multidisciplinar, incluindo médicos e psicólogos que dão assistência aos pacientes, em casos positivos de alguma doença. Nos locais, os pacientes são encaminhados para dar continuidade ao tratamento, em hospitais da rede pública. Caso os testes sejam positivos para sífilis, os pacientes recebem, na hora, a primeira dose do medicamento e são encaminhados para a continuação do tratamento.

Outros atendimentos

Quase 2 mil atendimentos foram realizados nos módulos de assistência à saúde entre a noite de quarta-feira (22) e as 6h de ontem (26). Segundo a prefeitura, o número (1.953) equivale a uma redução de 26% nas ocorrências, em relação ao mesmo período do ano passado.

O principal motivo para busca de atendimento continua sendo o excesso de bebidas alcoólicas, responsável por 305 ocorrências. Em segundo lugar, pessoas machucadas por agressões físicas (280), seguidas de dores nas pernas (150) e, por último, ferimentos acidentais (132).

Em relação a ferimentos causados por arma de fogo, houve uma redução de 50% em relação ao ano passado. Houve queda nos casos de ferimentos por armas brancas (41,8%) e nos casos de agressão física (28%).

Entre os 1.953 atendimentos realizados no período de carnaval até a manhã de domingo, 76 pacientes tiveram de ser encaminhados para unidades de atendimento hospitalar, principalmente Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). (AB)

Confira a lista de classificados no Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúde de Juazeiro

A lista final de classificados no Processo Seletivo Simplificado realizado pela Secretaria de Saúde de Juazeiro foi divulgada nesta sexta-feira (24). O resultado está disponível no site da Prefeitura Municipal. No total 2014 candidatos foram classificados.

O critério de seleção foi a avaliação curricular de títulos e da experiência profissional. Cada item analisado possui um valor para compor a pontuação do candidato, que pode ser de 0 a 20 pontos.

O edital prevê a formação de um cadastro reserva e a convocação será feita de acordo com as necessidades da instituição. Foram abertas vagas para profissionais de níveis: fundamental, médio, técnico e superior. Os salários variam entre R$ 888,00 e R$ 8.314,00.

Clique aqui e confira a lista de classificados.

Pacientes do HDM/IMIP participam de “bailinho de carnaval”

O “bailinho de carnaval” promovido nesta quinta-feira (23) pelo Voluntariado do Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina provou que realmente a alegria é algo contagiante. Por onde o bloco passou provocou sorrisos, animação, descontração e muita folia. Funcionários, colaboradores, equipe médica, de enfermagem, de limpeza e usuários foram se juntando ao grupo e no final todo mundo dançou e se divertiu ao som do frevo.

Há 7 anos, o grupo promove o evento que proporciona às crianças da pediatria e oncologia a vivência das festas populares e culturais do estado. “O nosso objetivo maior é o de disseminar a alegria, multiplicar sorrisos e fazer com que as crianças esqueçam um pouco da doença e do internamento. Mais um ano o nosso carnaval foi um sucesso e só nos resta agradecer a Deus e a todos que fazem desse dia um momento tão especial. A satisfação é toda nossa de poder servir e trazer essa alegria da festa carnavalesca para o hospital”, destacou o coordenador geral, Rui Holanda.

Presença ilustre e certa é a da família de dona Lia Carvalho, que vem do Recife exclusivamente para a festa. “Conheci o voluntariado por conta do meu genro que é músico e toca na orquestra de frevo que se apresenta no carnaval do HDM. Gostei tanto que resolvi fazer parte e há 3 anos não perco um baile”, conta animada. Mas, os motivos de dona Lia vão além. A filha dela, Danúbia Carvalho, teve câncer de mama e esteve do outro lado dessa história. “Graças a Deus minha filha está curada. Mas, sempre que passamos pela oncologia com o grupo nos emocionamos bastante”, garante.

A iniciativa tem o reconhecimento dos funcionários, colaboradores, pacientes e acompanhantes, que fazem questão de se envolver. Giselma Angelim, que é auxiliar administrativa, diz que se orgulha de fazer parte de uma instituição que tem um viés social tão bonito. “Nós temos o maior prazer em participar”, afirma.

Fernanda Antunes da Silva representa o grupo dos pacientes. Ela tem 14 anos e está internada na oncologia pediátrica. A adolescente era uma das mais animadas e até tentou tocar alguns instrumentos. “Me diverti bastante e registrei tudo para compartilhar nas redes sociais”, contou animada. A mamãe de Fernanda, Neilza Ribeiro Antunes, avisou que vai mandar todas as fotos para o pai, que mora no município de Casa Nova: “Todo mundo lá gostou de saber da novidade e quer ver as fotos”.

O “bailinho de carnaval” já está confirmado para o próximo ano e outras ações fazem parte do calendário do voluntariado, que se preocupa em comemorar com os usuários do Hospital Dom Malan todas as datas importantes, como dias das mães, dos pais e Natal. Agora em março acontecerá o Dia da Beleza em homenagem à mulher.

Prefeitura define planejamento para melhorar atendimento na rede de saúde em Petrolina

A equipe gestora da Secretaria de Saúde de Petrolina se reuniu, no final de semana, para discutir a rede assistencial e planejar sua reorganização.

Segundo a secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque, o momento foi de planejamento para essa nova gestão.

“Apresentamos a toda equipe a situação da pasta, seus entraves, superposição dos serviços e dificuldade de acesso dos munícipes. Após a apresentação, elaboramos, em conjunto, um planejamento estratégico para a rede. A nova proposta atende ao Plano de Governo do prefeito Miguel Coelho, através da descentralização da assistência e do fortalecimento da atenção básica”, destacou.

Ainda de acordo com a secretária, essas mudanças vão possibilitar o acolhimento, a facilidade no acesso e a humanização do serviço. “A proposta de qualificar a assistência com protocolos, fluxos assistenciais e de acesso trará resolutividade e atendimento humanizado, com satisfação dos usuários. A equipe está muito motivada. Petrolina é um município muito importante para a VIII Regional de Saúde, então é importantíssimo qualificar a assistência oferecendo aos munícipes serviços resolutivos e elevar seus indicadores de saúde”, concluiu.

Confira o cronograma do carro fumacê em Juazeiro

Imagem ilustrativa

Para combater o Aedes Aegypti, mosquito transmissor das doenças dengue, zika, febre amarela e chikungunya, a Secretaria de Saúde de Juazeiro divulgou o calendário do carro fumacê. Para a ação efetiva do veneno nas áreas de passagem do veículo, é recomendado que a população abra as janelas de casa.

A superintendente de Vigilância em Saúde, Tatiane Malta, ainda adverte que ninguém deve ficar diretamente exposto ao produto. “Não é aconselhado que pessoas e animais fiquem nas calçadas. Além disso, quem cria pássaros, deve lembrar de cobrir as gaiolas com um pano”, salienta.

A reprodução do Aedes Aegypti se dá com o depósito dos ovos em paredes de criadouros onde há água limpa e parada. Um ovo pode sobreviver por aproximadamente 1 ano em um local seco. Devido contato com a umidade, o mosquito leva em média 10 ou 12 dias para chegar a fase adulta. Para prevenir a proliferação do inseto, é indicado lavar com escovas os objetos que podem conter focos, como as vasilhas de água do animais domésticos, por exemplo.

A população pode acionar as equipes de saúde sempre que for detectada uma situação de risco, por meio do número de telefone (74) 9.9198-3057 seja através de ligação ou via mensagem utilizando o aplicativo WhatsApp.

Programação:

Sexta-feira (17/02/2017): Castelo Branco, das 18h às 20h30

Sábado (18/02/2017): Canal Alto do Alencar, das 06h ás 08h

Segunda-feira (20/02/2017): Novo Encontro, das 18h às 20h30

Terça-feira (21/02/2017): Monte Castelo, das 18h às 20h30

Quarta-feira (22/02/2017): Dom Tomás, das 18h às 20h30

Quinta-feira (23/02/2017): Tancredo Neves, 18h às 20h30

Sexta-feira (24/02/2017): Jardim São Paulo, das 18h às 20h30

Sábado (25/02/2017): Canal Jardim Vitória, 06h às 08h

...

Governo federal vai distribuir repelentes para gestantes a partir de março

Imagem ilustrativa

Um ano após a epidemia de zika e o crescimento expressivo dos casos de microcefalia em recém-nascido relacionada ao vírus, além de o temor de um novo surto das outras doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti – como a dengue e a febre chikungunya – , o governo federal decidiu distribuir repelentes para gestantes beneficiárias do Bolsa Família em todo o Brasil.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, a partir de março, mais de 484 mil gestantes do programa receberam os repelentes. Ao todo, serão distribuídos 15,9 milhões de frascos. Serão sete lotes, sendo que o último será distribuído em dezembro.

“Na primeira etapa, serão entregues quase 1 milhão de unidades. As prefeituras ficarão responsáveis por escolher a melhor forma de distribuição – ou no Centro de Referência de Assistência Social [Cras] ou na unidade de saúde”, diz nota divulgada pelo ministério.

Em 2015 e 2016 foram notificados 10,2 mil casos de crianças nascidas com alterações no crescimento e desenvolvimento relacionadas à infecção pelo vírus zika no Brasil, sendo 2,2 mil confirmados. Neste período, foram concedidos 1,9 mil Benefícios de Prestação Continuada (BPC) para pessoas com microcefalia. (AB)

Mil testes rápidos para detectar o vírus da Zika chegam a Juazeiro

Foto: Divulgação

O Núcleo Regional de Saúde Norte do Estado da Bahia enviou para Secretaria de Saúde de Juazeiro mil testes rápidos para triagem do vírus da Zika. Podem realizar este exame, bebês que nascerem com o perímetro cefálico igual ou inferior ao parâmetro padrão definido pela Organização Mundial de Saúde (OMS): 31,9 para meninos e para meninas 31,5, além de grávidas que apresentem os sintomas da doença ou por prescrição médica.

Os exames serão realizados no Laboratório Central de Saúde Pública. De acordo com a Superintendente de Vigilância em Saúde, Tatiane Malta, o resultado do teste fica pronto em 30 minutos. “Se o resultado for positivo, colheremos uma mostra de sangue para enviar para Salvador para ter a confirmação”, afirma.

Segundo o secretário de Saúde, Plínio Amorim, as mulheres que tiverem a doença confirmada serão encaminhadas para o pré-natal de alto risco. “Faremos um acompanhamento mais delicado da mãe no decorrer da gestação e iremos nos preparar para receber a criança. A equipe de profissionais estará ciente do diagnóstico da mãe e da data provável do parto. Quando nascer, será observado se o bebê apresenta sinais de microcefalia”, explica.

Sintomas

Os principais sintomas provocados pelo vírus da Zika são: febre intermitente, erupções na pele, coceira e dor muscular. As grávidas que apresentarem estes indícios devem procurar um médico com urgência para solicitar uma requisição do exame.

...

Média de mortes por câncer em jovens ficou estável entre 2009 e 2013, aponta estudo do Inca

A taxa média de mortalidade por câncer na faixa etária entre 15 e 29 anos, os chamados adultos jovens, permaneceu estável no Brasil no período entre 2009 e 2013, de acordo com estudo divulgado nesta sexta-feira (10) pelo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca). Segundo os dados, nos cinco anos do estudo ocorreram 17.527 mortes por câncer nesta faixa etária, com uma taxa média de 67 mortes por 1 milhão de habitantes, mas é um número que permanece estável.

As informações estão no  Incidência, Mortalidade e Morbidade Hospitalar por Câncer em Crianças, Adolescentes e Adultos Jovens no Brasil: Informações dos Registros de Câncer e do Sistema de Mortalidade, uma versão atualizada e ampliada do estudo publicado em 2008 e, que pela primeira vez, faz um panorama do câncer em adolescentes e adultos jovens (15 a 29 anos) no Brasil.

A chefe da pediatria, Sima Ferman, disse que o conhecimento desses dados é importante para definir políticas públicas no tratamento no Brasil e melhorar as possibilidades de cura, ainda mais que agora há mais informações dos chamados adultos jovens.

“Em todos os lugares onde houve progresso no tratamento do câncer a primeira etapa é conhecer a situação real de como ele acontece no seu país. Esse é o primeiro passo. Acho que isso, com certeza, vai otimizar a locação de recursos e mais do que isso, melhorar a possibilidade de cura de crianças, adolescentes e, agora, adultos jovens também”, disse.

A técnica da Divisão de Vigilância e Análise de Situação do Inca, Marceli Santos, da equipe que elaborou o estudo, disse que os dados mostram também que há uma tendência de estabilização nos casos de leucemia “Essas tendências mostram que a leucemia já estabilizou no que diz respeito à incidência e a gente tem aumento na incidência dos tumores no sistema central. Isso também é um fenômeno que a gente tem visto em outros países, onde a leucemia também está decrescendo na faixa etária de até 19 anos”, disse.

Economia

O secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, disse na cerimônia que o ministério conseguiu uma economia nos gastos equivalentes a R$ 1,9 bilhão. Com isso, credenciou vários serviços de média e alta complexidade no Brasil, entre eles, 79 serviços de oncologia, que já estavam funcionando mas não eram incluídos na lista da pasta. “Conseguimos ampliar o que a população precisa”, indicou.

Figueiredo disse que o ministério tem feito estudos em comissões tripartite, com a presença de secretários estaduais e municipais de saúde, para criar a regionalização de redes de atendimento contra o câncer. Segundo o secretário, no Brasil existem vários vazios assistenciais e locais em que a pessoa chega a andar 800 quilômetros para fazer tratamento de radioterapia.

“Têm centros de radioterapia, mas os equipamentos de saúde têm que chegar mais próximo da população. Tem gente que não tem acesso à nada. Este é o nosso desafio de construir a regionalização e construir rede onde está a população que realmente precisa. É o nosso serviço que tem que estar perto da população e não a população perto do serviço”, disse, informando, que um desses locais é a região de Juazeiro e Petrolina, perto do Rio São Francisco, onde não há serviço de radioterapia.

O secretário disse que outro desafio do Sistema Único de Saúde (SUS) é poder fazer diagnósticos precoces. Figueiredo disse que o problema é que o SUS é muito descentralizado, com responsabilidades divididas entre a União, estados e municípios, por isso, o ministério está em entendimentos com os governos estaduais e municipais. (AB)

Enfermeiras de Petrolina iniciam especialização em “Captação, Doação e Transplante de Órgãos e Tecidos”

Foto: Divulgação

Na última semana, as enfermeiras Djenane Cristovam e Laíse Paulo da Organização de Procura de Órgãos de Petrolina (OPO), que possui sede no Hospital Dom Malan/IMIP, deram início ao curso de especialização em “Captação, Doação e Transplante de Órgãos e Tecidos” oferecido pelo Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein em parceria com o Ministério da Saúde. A pós-graduação, que tem duração de 12 meses e encontros presenciais quinzenais realizados em São Paulo, tem como objetivo qualificar os profissionais que trabalham na rede de saúde pública em todo o Brasil. 

Com base no programa do curso, as alunas desenvolverão uma ampla visão sobre o binômio Doação-Transplante, pois terão a oportunidade de conhecer melhor o Sistema Nacional de Transplantes (SNT), a legislação brasileira e os aspectos operacionais e éticos que envolvem o processo. Ao final do curso, espera-se que todos os participantes estejam aptos a identificar potenciais doadores, saibam aplicar a legislação em todas as etapas, dominem os conceitos de acondicionamento e transporte de órgãos, estejam preparados para atuar como orientadores comunitários, credenciadores de equipes e estabelecimentos de saúde; entre outras funções. 
 
São oferecidas anualmente 50 vagas e os interessados precisam passar por uma seleção de análise de currículo, onde o tempo de experiência na área é bastante significante. Podem concorrer graduados em medicina, enfermagem, terapia ocupacional, psicologia, serviço social, fisioterapia, biomedicina e biologia. 
 
“Sem dúvida, esse é um ganho para a OPO, pois a organização poderá contar com duas profissionais especializadas na captação, doação e transplante de órgãos, enriquecendo assim o nosso serviço”, avalia a enfermeira gerente do setor, Samyra Moraes. Outro fator relevante é que o curso aborda o serviço de captação de órgãos pautado nos princípios da humanização, qualidade e segurança aplicados ao paciente adulto e infantil em instituições de alta complexidade, como é o caso do Dom Malan. 
OPO
A OPO de Petrolina tem como papel oferecer na região a possibilidade da doação de órgãos para as famílias que perderam seus entes queridos por morte encefálica, levando assim esperança a outras pessoas que estão na fila de espera para um transplante. Inclusive, o município é a referência no interior do estado em doações, com 55 registradas no ano passado.

...

Petrolina recebe mais 400 doses de vacina contra a febre amarela

Já está disponível em Petrolina a vacina contra a febre amarela. Estão sendo disponibilizadas 400 doses que chegaram na última quarta-feira (08) e, após a contabilização, estão sendo liberadas para a população. O município tem duas Unidades de Saúde de Referência para vacinação contra febre amarela: AME Amália Granja, localizada no bairro Vila Mocó, nas imediações do Parque Josefa Coelho; e a AME Roza Maria Ribeiro, no bairro Gercino Coelho, próximo à Rodoviária.

A Secretaria Municipal de Saúde tranquiliza a população de Petrolina de que não há riscos na nossa cidade de febre amarela, já que, após o surto da doença em algumas regiões, aumentou consideravelmente a procura pela vacina no município.

A vacinação é feita apenas para quem pretende viajar para regiões consideradas de risco da doença pelo Ministério da Saúde. Importante tomar a vacina 10 dias antes da viagem. “As listas dos municípios com recomendação de vacina estão disponíveis na sala de vacina destas unidades que realizam a vacina. Em janeiro recebemos 630 doses e foram esgotadas”, ressaltou a coordenadora do Programa Municipal de Imunização (PMI), Alexsandra Santos.

Para receber a vacina, as pessoas devem ir às unidades de saúde de referência e apresentar o comprovante de viagem, que pode ser o ticket da companhia de transporte aéreo ou terrestre.

No calendário de vacinação, a dose deve ser aplicada em crianças a partir dos nove meses de vida. Com reforço após 10 anos. A vacinação não é indicada para gestante e mulheres em fase de amamentação. Também não podem ser vacinadas pessoas com doenças autoimunes, como Aids e Lúpus.

Nas AMES de referência, a vacinação contra febre amarela começa a ser aplicada a partir das 10h e segue até às 17h, de segunda a sexta-feira.

...

Para solicitar mais recursos para Juazeiro, Paulo Bomfim se reúne com Ministro da Saúde em Brasília

Foto: Divulgação

Na noite desta terça-feira (07), em Brasília, o prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim, se reuniu com o Ministro da Saúde, Ricardo barros, onde pleiteou mais recursos para qualificar a atenção básica no município.

Para reforçar os serviços nos postos de saúde, o prefeito solicitou mais investimentos para reformas nas Unidades Básicas de Saúde, além da implantação de serviços móveis de odontologia e oftalmologia, para atender à população juazeirense. O Ministro se mostrou solícito e garantiu que assim que o orçamento for aprovado, irá encaminhar o que tenha sido protocolado e inserido no Sistema de Convênios.

De acordo com o prefeito, melhorar os serviços de saúde é prioridade na sua gestão e vai buscar essas melhorias onde for possível. “Agradeço a atenção dada pelo ministro e reafirmo que muito já foi feito pela saúde em nosso município, mas ainda precisamos avançar, otimizar a atenção básica e oferecer o um serviço com mais qualidade ainda para a população juazeirense”, declarou o prefeito.

O prefeito esteve acompanhado do deputado federal, Daniel Almeida, e do ex-prefeito Isaac Carvalho, além da prefeita de Itamari, Paloma Uzeda, e a primeira dama do município, Nelma Bomfim.

...

Em Juazeiro, bairro João Paulo II recebe 54ª edição do programa Caravana da Saúde

Foto: Divulgação

A Caravana da Saúde desta quarta-feira (8) vai para a Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro João Paulo II, em Juazeiro. O programa, que está na sua 54ª edição, atende pela segunda vez essa comunidade. Dessa vez, levando as especialidades: ortopedia, cardiologia, endocrinologia, odontologia e clínica médica. Na ocasião, ainda serão realizados eletrocardiogramas e exames laboratoriais.

O programa da Secretaria de Saúde (Sesau) iniciou há mais de um ano, com objetivo de reduzir as demandas reprimidas das unidades de saúde do município. Desde então, mais de 18 mil atendimentos já foram realizados. Segundo a superintendente de Atenção Primária à Saúde, Rosa Miguelino, a Caravana apresenta bons resultados. “Além de dar celeridade ao cumprimento das guias, também é uma oportunidade de estarmos presentes nas unidades, a fim de observar as dificuldades enfrentadas em cada lugar”, salienta.

Evento sobre saúde pública contou com participação de secretários de sete municípios da região 

Foto: Divulgação

Os novos secretários de saúde dos municípios integrados à 8ª Gerência Regional de Saúde (VIII Geres) do estado de Pernambuco estiveram reunidos na manhã de hoje (07), no auditório do Instituto de Gestão Previdenciária (Igeprev) de Petrolina-PE.

Participaram do encontro os secretários dos municípios de Afrânio, Cabrobó, Dormentes, Lagoa Grande, Orocó, Petrolina e Santa Maria da Boa Vista. O objetivo da VIII Geres foi apresentar mais dados e informações a respeito da rede de pública de saúde que integra estes municípios. A gerente, Aline Jerônimo, falou sobre a importância de fortalecer a pactuação da rede e os desafios que o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece.

Também estiveram presentes no evento o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, e representantes da Secretária Estadual de Pernambuco, a secretária executiva de Coordenação Geral, Ana Claudia Matos, e do Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf), do Hospital Dom Malan e da UPAE.

O Gerente de Atenção à Saúde do HU-Univasf, Luiz Otávio Nogueira, explicou as características do perfil assistencial do hospital, as especialidades oferecidas e as dificuldades enfrentadas devido à alta demanda que a unidade recebe diariamente de todos os municípios da Rede PEBA. O gerente também exibiu dados como o número de atendimentos, totalizados em 75.892 no ano de 2016.

Para evitar bloqueio de repasses do Ministério da Saúde, mutirão da atenção básica atualiza 25 mil formulários em Petrolina

Foto: Divulgação

Para regularizar a situação cadastral em relação ao serviço da atenção básica, a equipe de marcação de consulta da Secretaria de Saúde de Petrolina realizou mais um mutirão neste final de semana. A atualização de cadastros do sistema E-SUS estava atrasada desde julho do ano passado, o que poderia causar o bloqueio de repasses financeiros do Ministério da Saúde. O total de formulários em atraso era de 25 mil.

Segundo a secretária executiva da Gestão SUS, Cássia Maria Feitosa, o cadastro E-SUS é um sistema que contém todas as informações relacionadas ao serviço da atenção básica. O sistema, que reestrutura os dados em nível nacional, precisa ser atualizado mensalmente. Esse é o segundo mutirão realizado pela Secretaria.

O Ministério pode bloquear os repasses financeiros da saúde caso essa atualização não seja feita da maneira correta. De julho a dezembro de 2016, o sistema não estava atualizado”, informou Cássia.