Saúde

Pernambuco: Número de doentes dobrou por conta de contaminação de água; Seca é apontada com fator decisivo

Imagem ilustrativa

O agravamento da seca em 2016 foi apontado como fator decisivo para o aumento de 97% de pessoas doentes por contaminação de água em Pernambuco. Uma morte foi notificada. No ano passado, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) identificou 79 surtos de doenças transmitidas por águas/alimentos (DTA), 3,6% a menos do que os 82 de 2015. O número de cidadãos acometidos dobrou, de 1.150 pessoas para 2.264.

Análises laboratoriais apontam que em 29 surtos foi isolada a bactéria Escherichia coli (presente em fezes) na água para consumo populacional. Outros agentes perigosos como vírus e parasitas foram identificados em 39 surtos. A SES lançou alerta sobre qualidade e segurança da água consumida, sobretudo em áreas em crise de abastecimento.

“Quando começa o verão recomeça o aumento dos números de diarreias. Alguns locais do Sertão e Agreste permanecem em situação difícil na crise hídrica. Pessoas vão procurar para beber a água que tiver, nem sempre tratada”, destacou a diretora-geral de Vigilância Epidemiológica e Ambiental do Estado, Rosilene Hans.

Dos 59 surtos encerrados, em 76,3% o adoecimento estava relacionado à água para consumo humano. Esse tipo de situação sempre se apresenta de forma mais problemática, porque o contágio é de proporções maiores.

O Interior tem destaque no boletim da SES. Em Salgueiro (Sertão), em dois surtos por contaminação de água, 396 pessoas ficaram doentes. Foram 160 casos a mais do que no Recife, que ocupa a 2ª colocação no ranking e teve 236 enfermos em 24 surtos de água e/ou alimentos em 2016 e tem população 30 vezes maior do que a cidade sertaneja. Iati (Agreste) também se destacou com 200 doentes num único surto. Terra Nova (Sertão) registrou uma morte.

Rosilene comentou que foram identificadas várias problemáticas. “Tivemos barragem pequena que rompeu e matéria orgânica que desceu para o rio São Francisco. Municípios que consomem água desse rio, através de estações de tratamento, tiveram surtos porque nem todas conseguiram tratar toda a matéria orgânica”, comentou.

Foi o caso de Salgueiro e de cidades na região de Petrolina. A gestora também elencou que a infiltração de esgoto na rede de abastecimento provocou quadros de adoecimento pontuais. Mas é a seca que compromete mais a segurança da saúde, porque a população muitas vezes não faz a higienização adequada da água armazenada e adquire água de procedência duvidosa em carros-pipa clandestinos.

O gestor da Vigilância Sanitária Estadual (Apevisa), Jaime Brito, alertou que as comunidades em zona de estiagem devem redobrar os cuidados com consumo e estocagem. “A indicação é que se a pessoa vai ingerir essa água deve ter cuidado e não confiar apenas na cloração dos caminhões-pipa, seja do Exército, da Compesa ou de particulares.”

O cloro adicionado nos caminhões tende a desaparecer logo. “O ideal é que as pessoas façam a cloração no domicílio. Bastam duas gotas de cloro ou água sanitária por litro de água por 30 minutos.” (Folha PE)

Atendimento Odontológico Móvel é reativado em comunidades de Petrolina

Foto: Divulgação

Os moradores do Núcleo 7, do Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho em Petrolina, tiveram uma boa surpresa nesta quarta-feira (18). Eles receberam o serviço móvel de atendimento odontológico promovido pela Secretaria Municipal de Saúde. O serviço estava desativado desde outubro de 2016, e a população sem atendimento na comunidade.

A Unidade Odontológica Móvel é um consultório bem equipado que atende aos usuários das Unidades Básicas de Saúde que não tem consultório fixo para atendimento dentário. Um cronograma já foi elaborado definindo os locais das próximas visitas da unidade. “Até a próxima sexta-feira (20), o consultório móvel permanece no N7, atendendo 15 pacientes agendados, e mais os casos de urgências, das 7h às 14h. Nós já temos atendimento planejado até o mês de março especialmente para comunidades da zona rural,” explicou a diretora de saúde bucal do município, Roberta Teixeira Araújo.

Na próxima semana a Unidade Móvel Odontológica segue para atendimento no Núcleo 10, do Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho, ficando nos dias 23 a 25.

Segue cronograma de atendimento da unidade odontológica móvel:

COMUNIDADE UNIDADES DE SAÚDE JAN FEV MARÇO
     Datas  Datas  
PSNC N-7 UBS N-7 18,19,20   7,8,9/03
PSNC N-10 UBS João José de Araújo 23,24,25   10,13/03
PSNC C-1 UBS C-1 30   14,15,16,17/03
Pau-Ferro UBS Josefa Coelho 31 01/2;02/02  
Uruás UBS Uruás   3,6,7/02  
PSNC N-11 UBS N-11   8,9,10/02  
Bebedouro     13,14,15/02  
Tapera     16,17,20/02  
N3     21,22,23,24/02  
Caititu       2,3,6/03

 

Em Juazeiro, Caravana da Saúde leva atendimento especializado para o bairro Vila Jacaré

Foto: Divulgação

A 51ª edição da Caravana da Saúde de Juazeiro será na Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Jacaré. A comunidade será atendida nesta quarta-feira (18), das 08h às 14h. As especialidades que serão levadas para o local são endocrinologia, ortopedia, ginecologia, cardiologia, odontologia e atendimento clínico. Também haverá realização de exames laboratoriais e eletrocardiogramas.

É a segunda vez que o programa realiza atendimentos nessa localidade. De acordo com a superintendente de Atenção Primária a Saúde, Rosa Miguelino, o retorno é uma forma de avaliar se, de fato, a comitiva conseguiu suprir as necessidades daquela comunidade. “Já estivemos em todas as unidades da zona urbana. Agora estamos voltando e já se percebe que a demanda reprimida está menor. Além disso, também temos o objetivo de sanar o que se acumulou durante o período entre as visitas”, explica.

O programa começou há um ano, com objetivo de diminuir as demandas reprimidas nas unidades de saúde do município. Desde então, mais de 17 mil atendimentos já foram realizados.

Janeiro Branco: HDM/IMIP ressalta a saúde mental em crianças e grávidas

Com o foco de atuação voltado à saúde da mulher gestante e da criança, o Hospital Dom Malan (HDM/IMIP) trouxe a proposta para a sua realidade, abraçando a campanha ‘Janeiro Branco’ e provocando uma reflexão sobre o assunto entre os profissionais do setor de psicologia. A título de informação e contextualização em relação à saúde mental deste público alvo da unidade hospitalar, a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia destaca que os principais problemas psicológicos das crianças podem estar relacionados aos transtornos de aprendizagem, de conduta e de depressão; bem como aos transtornos do desenvolvimento, do apego, da ansiedade, da socialização e até alimentares.

Já na mulher, a literatura indica que o período gravídico-puerperal (gestação e pós-parto) é a fase de maior incidência de transtornos psíquicos, sendo este o momento em que ela mais precisa de atenção para manter ou recuperar o bem-estar, prevenindo dificuldades futuras, como a depressão pós-parto. Em geral, os estudos mostram que as alterações psicológicas, nesse caso, dependem muito de fatores familiares, conjugais, sociais, culturais e da personalidade da gestante.

“Sem dúvida, esse é um tema de grande importância, pois a saúde mental possibilita o ser humano a desenvolver suas atividades laborais, espirituais, físicas, emocionais, educativas e sociais. Dentro do Dom Malan, o trabalho da psicologia hospitalar é voltado ao atendimento psicoterapêutico individual e em grupo, atendimento ambulatorial, na enfermaria e UTI. Ele envolve uma equipe multidisciplinar e tem como objetivo minimizar o sofrimento psíquico provocado ao paciente durante o período de hospitalização e adoecimento. Mas, a saúde mental precisa ser discutida em todos os seus aspectos dentro dos serviços de saúde”, esclarece o psicólogo Sérgio Cruz.

De acordo com o profissional, a atenção deve começar em casa e se os pais perceberem tristeza, muito choro ou mudança de comportamento; distúrbios físicos; adoecimento frequente; compulsão por comida; dificuldade de interagir socialmente; intolerância e agressividade; agitação, falta de concentração e dificuldade na aprendizagem; devem procurar ajuda. Na gestação e pós parto, tão importante quanto o acompanhamento médico é a assistência e orientação psicológica à mulher por este ser o período mais intenso e mais rico de vivência emocionais.

A campanha

O “Janeiro Branco” é uma campanha realizada em todo o país com o objetivo de chamar a atenção da população sobre a saúde mental, um tema ainda cercado de preconceitos e mitos. Durante todo o mês, profissionais de psicologia e diversas outras áreas, bem como instituições públicas e privadas são convidadas a discutir o assunto, democratizando assim as informações sobre o modo de pensar e oferecer ações humanizadas em prol da saúde mental, que compreende o equilíbrio e bem-estar definido a partir de um amplo conceito de sujeito biopsicossocial e espiritual.

Petrolina recebe três mil doses de vacina contra caxumba, sarampo e rubéola

Foto: Divulgação/Ascom

As Unidades de Saúde de Petrolina estão abastecidas com a vacina tríplice viral, que imuniza crianças e adultos contra caxumba, sarampo e rubéola. A Secretaria Municipal de Saúde recebeu neste mês três mil doses da vacina, que serão distribuídas não somente para crianças, dentro do calendário vacinal, mas também em adultos. As crianças recebem a vacina tríplice viral com 1 ano de vida, e a segunda dose com 1 e 3 meses.

De acordo com o Ministério da Saúde o público prioritário para imunização, é de pessoas com idade entre 02 e 29 anos, com vacinação em duas doses, e intervalo de 30 dias. Outro público, com vacinação em dose única está na faixa etária de 30 a 49 anos. Em 2016, 1.468 pessoas receberam a vacina tríplice viral nas unidades básicas de saúde do município.

Os casos de caxumba só começaram a ser notificado no município no fim do ano de 2016. Dois casos em outubro. A caxumba é uma doença que atinge principalmente a população infantil, mas pode atingir adultos em qualquer faixa etária.

“É importante os pais manterem atualizado o cartão de vacinação. Quem ainda não se vacinou contra caxumba, deve procurar uma unidade de saúde o quanto antes, porque a única forma de prevenir a doença, é vacinando”, alerta Ana Caroline Freire, Diretora Técnica de Saúde.

Os postos de saúde da sede funcionam de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Na zona rural, das 8h às 13h.

Confira a lista de inscritos no processo seletivo da Secretaria de Saúde de Juazeiro

Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde divulga, nesta segunda-feira (6), a lista de inscritos no Processo Seletivo Simplificado para vagas de cadastro reserva, nos cargos de nível fundamental, médio, técnico e superior. De acordo com o edital, os salários previstos variam de R$ 888,00 a R$ 8.314,00.

No total, 2.422 candidatos foram inscritos. A classificação final será a soma dos pontos da avaliação curricular de títulos, com os de experiência curricular, compondo uma escala de 0 a 20 pontos. Conforme edital, o resultado do processo seletivo está previsto para o dia 24 de fevereiro de 2017.

Confira a Lista Inscritos Processo Seletivo SESAU.

...

Secretaria de Saúde envia Nota Sobre Falta de Alimentos na Casa de Apoio de Tratamento Fora do Domicílio

A Secretaria Municipal de Saúde, atendendo a demanda deste veículo de comunicação sobre alimentação na Casa de Apoio que atende pacientes do TFD, programa de Tratamento Fora do Domicílio, em Recife, informa que os contratos de alimentos perecíveis e hortifruti estão em vigência até outubro de 2017.

Uma nova licitação para compra de alimentos não perecíveis para todo o ano de 2017 está sendo providenciada. Um pregão foi realizado em 03 de Dezembro de 2016, mas nenhuma empresa compareceu. (Imagem Ilustrativa).

Ascom SMS Petrolina. 

Enfermeiros de Juazeiro passam por capacitação para vacinação de HPV em meninos

Imagem ilustrativa

Com o objetivo é passar informações e tirar dúvidas dos profissionais sobre as três novas vacinas que passam a fazer parte do calendário de vacinação: HPV Quadrivalente para meninos, meningocócica e Hepatite A que estarão disponíveis a partir do dia 23 de janeiro em todas as unidades do município de Juazeiro. A Secretaria de Saúde da cidade começa hoje (16), um curso de capacitação para todos os enfermeiros das Unidades de Saúde do município.

Para atender a todos os profissionais da rede, a capacitação acontecerá com grupos separados em três dias diferentes: 16, 18 e 19 de janeiro, das 08h às 12h. A coordenadora de imunização da equipe de Rede de Frios, Renata Moreira, será a responsável por transmitir esse conteúdo para os servidores.

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde, Tatiane Malta, após capacitar e distribuir a nota técnica, os insumos serão distribuídos em todas as Unidades de Saúde de Juazeiro. “Estamos correndo todas as etapas seguras, entendendo que as vacinas envolvem a imunidade dos indivíduos e o erro vacinal incorre consequências”, esclarece. A superintendente ressalta ainda que por não ser uma campanha, não há um prazo de encerramento estipulado para que a população procure um Posto de Saúde.

...

Funcionários do HDM/IMIP em Petrolina denunciam atrasos nos salários

Foto: Divulgação

Na manhã desta segunda-feira (16), a equipe de reportagem do Blog foi informada que os funcionários do Hospital Dom Malan/IMIP em Petrolina, estão com salários atrasados desde o último dia 06 de janeiro. De acordo com as informações, os colaboradores em geral estão sem receber o pagamento e não há uma previsão de quando a situação será solucionada.

Uma pessoa ligada a unidade que prefere não se identificar relata: “Nosso salário vem atrasando há mais de um ano, sendo que o IMIP também administra a UPA com vencimentos pagos em dia. O revoltante é que coordenadores de setores não informam o porque dessa situação e nós colaboradores ficamos sem ter a quem recorrer, pois o nosso sindicato é localizado no Recife e os fiscais do ministério do trabalho estão de greve a quatro meses.

Por meio de nota, a direção do Hospital Dom Malan/IMIP informou que assim que a Secretaria de Saúde de Pernambuco fizer o repasse dos recursos financeiros destinados ao custeio da unidade regularizará a situação junto ao seu quadro funcional.

Em Campo Alegre de Lourdes (BA), Hospital Municipal é interditado por conta de irregularidades

Foto: Divulgação

O Hospital Municipal de Campo Alegre de Lourdes foi interditado nesta segunda-feira (09) devido às péssimas condições de funcionamento. O Prefeito Dr. Enilson (PCdoB) acompanhado da Secretária de Saúde Aline Almeida, alguns Vereadores, Médicos e profissionais de saúde fizeram uma visita ao Hospital e na ocasião constataram diversas irregularidades e precariedades, o que justifica a interdição, confirmando o relatório da equipe de transição elaborado na entrega do órgão no primeiro dia do novo governo.

De acordo com a nota divulgada, o Hospital está tomado pelo mau cheiro, tem material infectado e lençóis usados no chão. Faltam macas e aparelhagem de emergência, equipamentos básicos para o pronto atendimento e todos os tipos de medicamento. Faltam, por exemplo, esparadrapo, equipo, escalpe, gases, seringas, compressas. Medicamento de urgência só existe buscopam.

As paredes contêm rachaduras e infiltrações e há uma parte do teto sem forro, deixando o bloco cirúrgico totalmente exposto, o que possibilita uma infecção hospital. A sala de raio-x, nestas mesmas condições, está imprópria para uso. Ademais, o gerador de energia está quebrado, o que comprometeria o funcionamento de todo o Hospital diante das quedas de energia que, como sabem, acontecem com alguma frequência.

Serviços
Os serviços de atendimento serão transferidos para o Posto de Saúde (antigo SESP) ao lado do Hospital. Diante da situação será solicitada uma vistoria da Vigilância Sanitária nos próximos dias para que, entendendo ser necessário, seja promovida a interdição do Hospital Municipal objetivando a correção das irregularidades que põem em risco os pacientes e funcionários. A nova gestão já informou que não permitirá que a população seja prejudicada devido a isso está interditando o funcionamento do Hospital Municipal por cerca de 15 dias para higienização, manutenção e período para elaboração das licitações para a compra de matérias e medicamentos.

Segundo o Blog do Zé Carlos Borges, a antiga gestão do município ainda deixou algumas pendências, pois não foi pago o terço de férias dos funcionários, a conta da prefeitura está zerada, houve ameaça de corte de energia, sucateamento dos órgãos municipais e uma super dívida no INSS que aproveitou o depósito da primeira parcela do FPM para descontar cerca de 600 mil reais no dia 10 de janeiro.

...

Campanha “Janeiro Branco” ganha apoio de instituição de saúde de Petrolina

Imagem ilustrativa

Culturalmente o mês de janeiro é conhecido por ser o período de renovação dos planos, metas e objetivos para o ano que se inicia e, justamente, a partir dessa provocação nasceu em 2014 no estado de Minas Gerais o “Janeiro Branco”, uma campanha encabeçada por psicólogos com o objetivo de fazer a sociedade parar para refletir sobre a importância dos assuntos relacionados ao universo dos sentimentos e emoções. Em outra perspectiva, a campanha propõe dar uma página em branco a todas as pessoas, para que juntas possam pintar novas histórias de uma vida mais feliz e saudável para si mesmas.

A proposta do “Janeiro Branco” cresceu e começou a ser trabalhada em todo o país por diversos profissionais (não só da área de saúde) e instituições (públicas e privadas), como é o caso da Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP). “A temática da saúde mental é transversal e cada vez mais abrangente, pois está ligada desde as relações saudáveis no trânsito, no trabalho e na família até questões como o bullying e a construção/desconstrução de estereótipos. Portanto, ela deve fazer parte das discussões em sociedade, dos consultórios médicos, unidades de saúde e das rodas de conversa entre amigos”, ressalta a psicóloga Tatiany Torres.

A Organização Mundial de Saúde alerta que as taxas de suicídio, depressão e ansiedade aumentaram muito em todo o mundo e por isso o tema deve ser tratado com seriedade, ocupando todos os espaços possíveis. “Se não começarmos a falar abertamente sobre os transtornos mentais e doenças da psique essas questões vão sempre ficar ocultas e invisíveis. É preciso quebrar o tabu, desmistificar esses conteúdos e democratizar as discussões, incentivando a valorização do equilíbrio mental e da existência humana. Estamos trazendo essa reflexão para a UPAE e está na nossa programação promover um momento de discussão com os usuários da Unidade”, adianta a profissional.

É possível prevenir
De acordo com Tatiany, todas as pessoas possuem um nível de ansiedade, medo e melancolia, por exemplo. A grande questão é o limite saudável desses sentimentos, pois facilmente eles podem virar um transtorno mental. “Cada pessoa é única e capaz de suportar cargas emocionais de forma diferenciada. Por isso, é preciso estar alerta e nunca menosprezar os próprios sentimentos ou a dor alheia”, aconselha. Segundo a psicóloga, atitudes como isolamento, tristeza prolongada, irritabilidade, agressividade e perda de prazer em atividades do dia a dia, devem ser observados.

Tatiany também orienta o uso cauteloso das redes sociais para a manutenção de uma boa saúde mental, pois, “nas redes sociais costuma-se se vender uma imagem de felicidade às vezes muito longe da realidade. Algumas pessoas que não conseguem alcançar esse falso ideal, vendido como um produto ‘comprável’, podem se sentir fracassadas. Por isso, a exposição excessiva das coisas boas e ruins podem fazer com que o indivíduo não dê conta da repercussão”.

Ainda nesse aspecto, a profissional acrescenta que é possível atuar na prevenção: “Estudos apontam que uma boa conversa com um amigo ou alguém da confiança tem influência terapêutica positiva; manter relacionamentos saudáveis [no trabalho, na vida e na família] e a autonomia sobre as próprias decisões; planejar e fazer uma autoanálise periódica são atitudes que podem ajudar bastante. E para aqueles que já estão em acompanhamento psicológico a dica é ter paciência e confiar no profissional, pois esse modelo clínico de tratamento não é curativista, nem imediatista. Os resultados são subjetivos e, geralmente, a longo prazo”.
Campanha

“Tudo isso nós vamos abordar no ambulatório e nas conversações com os usuários nesse mês de janeiro. Nós já fizemos um momento multiprofissional com o serviço de fisioterapia e na próxima quinzena realizaremos uma palestra para o público interno. O nosso trabalho educativo dura todo o ano, mas em janeiro e setembro nós intensificamos por conta das campanhas de saúde mental e combate ao suicídio”, finaliza.

...

Em Juazeiro, bairro Itaberaba volta a receber a Caravana da Saúde nesta quarta (11)

Foto: Divulgação

Hoje (11), a 50ª edição da Caravana da Saúde de Juazeiro, segunda da gestão do prefeito Paulo Bomfim, irá atender os usuários da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Itaberaba. As especialidades disponíveis para os usuários da unidade serão endocrinologia, ortopedia, ginecologia, cardiologia, odontologia e atendimento clínico. Também serão realizados exames laboratoriais e eletrocardiogramas. O atendimento será realizado das 8h às 14h.

Esta é a segunda vez que a caravana vai atender a comunidade do Itaberaba e a proposta do programa é reduzir as demandas reprimidas das Unidades de Saúde do município. De acordo com o secretário de Saúde, Plínio Amorim, nesse período de um ano, o programa já realizou mais de 17 mil atendimentos. “Passamos por um momento difícil na saúde pública, mas contamos com uma gestão comprometida. Já estivemos em todas as unidades da zona urbana e agora estamos fazendo o retorno, em breve voltaremos a levar a Caravana para o interior”, afirma.

...

Petrolina: Começa nesta terça-feira (10) Vacinação contra HPV em meninos

Imagem ilustrativa

Com a meta de vacinar durante esse ano de 2017, aproximadamente 6.453 meninos, entre 12 e 13 anos, contra o Papilomavírus Humano (HPV), a vacinação em Petrolina começará nas AMES e Unidades Básicas de Saúde nesta terça-feira (10), e até a próxima sexta-feira (13) nas unidades de saúde do interior. Os postos de saúde da sede funcionam de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Na zona rural, das 8h às 13h.

Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde recebeu do Ministério da Saúde 2.500 doses de vacinas para atender a demanda do mês de Janeiro. Este ano, além das meninas entre 9 e 14 anos, os meninos também serão incluídos na rotina de imunização que tem o objetivo de prevenir esse público contra câncer de pênis e lesões pré cancerosas. Recebendo a vacina, os meninos colaboram para a redução dos índices de câncer de colo nas mulheres, doença que causa morte, já que é a população masculina a responsável pela transmissão do HPV.

Em 2016 cerca de 1.330 meninas foram imunizadas contra o HPV em Petrolina. Importante que os adolescentes levem o cartão de vacinação. Depois da primeira dose, a vacina deverá ser repetida seis meses depois para completar a imunização.

Meningite tipo C

Esse ano, será introduzido no calendário de vacinação a Meningo C, contra a meningite do tipo C. O público alvo é de meninos e meninas com idade entre 12 e 13 anos. Foram disponibilizadas 1.056 doses para as unidades de saúde. A Meningo C é aplicada em dose única.

 

H1N1: Brasil registra 1.982 mortes pelo vírus em 2016

Dados do Ministério da Saúde mostram que, em 2016, foram registradas 1.982 mortes em decorrência da influenza A (H1N1). No total, foram notificadas 2.220 mortes pelos diversos tipos de influenza. Segundo o levantamento,  69% das mortes são de pessoas com fatores de risco, sendo que 42% são maiores de 60 anos de idade. Outros 29% das vítimias tinham doença cardiovascular crônica.

No período, foram registrados 54.224 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), quadro mais complicado da gripe, causado por diversos tipos de vírus, entre eles, o influenza. Em 2016, 7.171 pessoas morreram com esta síndrome.

Em 2016 a incidência do vírus começou mais cedo, com pico em abril. Normalmente o período de maior transmissão é junho, quando começa o inverno. Nos três primeiros meses do ano passado, o número de casos ultrapassou o total de 2015. (AB)

Em Juazeiro, Paulo Bomfim acompanha realização da 49ª Caravana da Saúde

Nesta quarta-feira (04), o prefeito Paulo Bomfim acompanhou as atividades da 49ª Caravana da Saúde, que aconteceu no bairro Jardim Flórida, em Juazeiro, com disponibilidade de diversos serviços de saúde para a comunidade. O secretário da Saúde, Plínio Amorim, também esteve na Unidade de Saúde, que desta vez contou com o atendimento da vice-prefeita, Dulce Ribeiro.

Primeira da gestão Paulo Bomfim, a Caravana da Saúde já realizou mais de 17 mil atendimentos em várias especialidades médicas e serviços como exames laboratoriais. “Esta é uma ação que terá continuidade. Foi iniciada na gestão do ex-prefeito Isaac, com o objetivo de atender aos juazeirenses e reduzir a demanda reprimida, e temos atingido esta meta consideravelmente. Em breve, vamos retornar com as caravanas nos distritos, atendendo também à população do interior e também estamos buscando ampliar as parcerias para oferecer o melhor serviço de saúde possível para a sociedade de Juazeiro”, declarou o secretário da Saúde, Plínio Amorim.

Após conversar com profissionais médicos, servidores e usuários do SUS, o prefeito Paulo Bomfim assegurou que vai se empenhar ao máximo para melhorar os serviços de saúde de Juazeiro. “O povo de Juazeiro precisa e merece que o serviço melhore. É um compromisso nosso. Estamos atuando em várias frentes, com obras de saneamento, com informações á população, fazer o que for possível e trabalhar para melhorar a vida das pessoas ainda mais”, garante o prefeito.

Visita a Postos de Saúde

Mantendo a rotina de visitas e acompanhamento do funcionamento das Unidades Básicas de Saúde, o prefeito Paulo Bomfim esteve junto com o secretário Plínio Amorim no Posto do bairro Jardim Flórida, onde conversou com os servidores e usuários do SUS. “A gente reitera que já temos diagnósticos, mas também estamos in loco conhecendo melhor a situação de cada posto de saúde, a impressão da comunidade e dos profissionais”, ressalta o prefeito.