Curaçá

Polícia prende homem em flagrante por Crime Ambiental na zona rural de Curaçá (BA)

Foto: Divulgação

Durante a realização da Operação Aprisco Seguro, de combate a crimes de Roubo de Criação e Tráfico de Animais Silvestres, realizada na noite desta segunda-feira (27), no Povoado Serra, zona rural de Curaçá, norte da Bahia, foram presos Erival Carlos Bezerra e Jedsson de Oliveira Fernandes.

Os suspeitos foram foram flagrados a bordo do veículo gol, cor preta, Placa MZB-7714, Goianinha-RN, com dois filhotes nativos de papagaio verdadeiro, da família Psittacidae, que inclui também as araras, periquitos, maracanãs, jandaias, piriquitões e apuins.

Com o apoio do PETO/45ªCIPM, os acusados foram detidos e encaminhados para Delegacia de Juazeiro, onde a ocorrência foi registrada.

Em Curaçá, Conselho Comunitário e Polícia Militar mobilizam sociedade contra a exploração Infanto-juvenil

Foto: Divulgação

Com o objetivo de buscar novas estratégias capazes de evitar a ocorrência de abusos aos direitos infanto-juvenis e garantir a segurança física e moral de crianças e adolescentes em Curaçá, o Comando da 45ªCIPM e CONSEG se reuniram na tarde desta quinta-feira (23), na PAFOR.

De acordo com Major Roberto, a reunião foi realizada pela necessidade de ampliar as ações que já estão sendo promovidas pela Companhia com a ‘Operação Protege Curaçá’, nos interiores e sede da cidade, as quais estão baseadas na fiscalização de festas, bares e restaurantes, como modo de evitar ocorrências de consumo de álcool e drogas por crianças e adolescentes.

Na oportunidade, a mobilização de diversas outras entidades como CONSEG, Secretaria de Educação, Diretores de Escolas, Igrejas, Secretaria de Ação Social, Conselho Tutelar, CRAS e CREAS, e conjugação de ideias, ficou acordado que fossem traçadas ações preventivas de proteção à infância e juventude contra consumo de álcool e drogas, mas também, exploração sexual e do trabalho, além da negligência dos pais e responsáveis que deixam seus filhos à mercê de diversos tipos de violências.

Ao final da reunião, foi proposto outras linhas de ação como maior mobilização por campanhas de sensibilização nos diversos meios de comunicação em massa e nas escolas; a realização de palestras na rede escolar e comunidades, que envolvessem os pais de alunos sobre o seu papel e responsabilidade na proteção do seu filho; dar amplitude e envolvimento de outros necessários e importantes segmentos sociais de Curaçá, por alcançar e punir civil e penalmente os promotores eventos, donos de bares e pais negligentes que concorrem a favor da violação de direitos infanto-juvenis.

Na ocasião, ainda foram divulgados telefones funcionais, um habilitado para WatsApp, ligando a comunidade diretamente aos serviços de informações da OPM, (74) 9. 9974-1181, as denúncias de crimes de qualquer natureza, inclusive de localização de foragidos, será assegurado o total sigilo da fonte.

Reunião de reestruturação do Conselho Municipal de Segurança Alimentar é realizada em Curaçá (BA)

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social realizou um encontro com representações da sociedade civil e do poder público, com o intuito de reestruturar o Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Curaçá.

Estiveram presentes, representantes do Mata Branca, Irpaa, Sindicatos, Associações, Quilombolas, Indígenas, Paroquia, Vereadores e o Presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar, José Moacir Santos.

O presidente falou da importância do conselho e fez um breve histórico das políticas de segurança alimentar no estado e no país. “Através do conselho o município começa a pensar e a identificar, por exemplo, as famílias que estão passando fome, ou as que tem o que comer, mas que consomem alimentos de má qualidade”, Contou.

Ainda segundo ele, é fundamental a criação de um Plano Municipal de Segurança Alimentar que contenha estratégias para combater a fome. “O Plano vai fazer um mapeamento dessas famílias, e a partir disso, dizer quais ações a comunidade precisa fazer para, de fato, acabar com a fome na cidade”, Acrescentou.

Para Edilson Pereira de Sousa é necessário que haja uma interação maior entre os conselhos municipais, tendo em vista que, muitos problemas dizem respeito há vários setores da sociedade. “Espero que seja feito, muito em breve, a Casa dos Conselhos aqui no município. Medida necessária para a discussão e planejamento de uma série de políticas públicas de interesse da população de Curaçá”. Destacou.

Recriado em 2003, o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional é um órgão ligado a Presidência da República, e durante 14 anos tem contribuído, expressivamente, para o combate da fome no Brasil.

Prefeitura realiza manutenção na rede de iluminação pública em Curaçá

A equipe de infraestrutura de Curaçá (BA) iniciou serviço com o objetivo de acabar com a insegurança e o medo da população causados pela a falta de iluminação em alguns pontos da cidade.

O trabalho começou com um levantamento feito em todo o Município, onde foram detectados 4.201 pontos de luz e desses mais de 300 estavam sem lâmpadas e braços. “Identificamos pontos que estão sem energia há mais de três anos. São comunidades abandonadas e inseguras com a escuridão. E com menos de três semanas, a gestão conseguiu resolver alguns dos muitos problemas que estamos enfrentando”. Afirmou Marciano Coelho de Lima, responsável pelo o setor de iluminação pública.

Ainda de acordo com Lima, é preciso que a população informe a Secretaria de Urbanismo e Serviços Públicos sempre que houver a necessidade de manutenção da iluminação, uma vez que, com o apoio da comunidade facilitará a identificação dos lugares que precisam ser reparados. Os trabalhos já foram concluídos no povoado de São Bento, Agrovila 5 e em todos os bairros na sede de Curaçá.

Curaçá: Aulas do ano letivo de 2016 deve reiniciar até o dia 15 de fevereiro

O prefeito de Curaçá (BA), Pedro Oliveira relata que a educação tem sido um dos maiores problemas enfrentados pela sua gestão. Pois o ano letivo de 2016 ainda não acabou, tiveram quatro greves por falta de pagamento aos professores e também aos transportadores escolares.

Ao todo, 49 escolas municipais estão devendo dias letivos, algumas chegam a 80 dias devidos. O maior esforço do atual gestor é a retomada do ano letivo que deve inciar até o dia 15 de fevereiro. Ele comenta que algumas escolas terminam o ano letivo em fevereiro, outras em março, em abril e as mais atrasadas devem ir para início de maio.

“É um ano de muito sacrifício. Já tivemos uma reunião com o Sindicato dos Professores onde foi pontuado que teremos que trabalhar todos os sábados e as férias do período junino já estão comprometidas, pois vamos ter que trabalhar porque é preciso arrumar a educação do município.”, pontuou Oliveira.

Pedro relata que a cidade teve uma decréscimo de R$ 6 milhões no orçamento de 2017 e que a regularização do calendário letivo é um custo maior para a Curaçá. “Teremos gastos com transporte escolar, merenda, energia, água acrescida aos sábados.  Mas é necessário terminar 2016 e iniciar o ano letivo de 2017. Acreditamos que em 2018 será possível a regularização do ano letivo.”, finalizou.

Prefeito de Curaçá, Pedro Oliveira relata que dívida deixada pela gestão anterior ultrapassa R$ 12 milhões

Em entrevista ao nosso Blog, o prefeito de Curaçá (BA), Pedro Oliveira (PSC), comentou a situação financeira em que se encontra o município e os débitos deixados pela gestão anterior. De acordo com o prefeito, não houve transição conforme determina a resolução do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA), não tendo assim obtido qualquer tipo de informação repassada por parte da antigo gestor.

Ele relata que no dia 1º de janeiro, a chave da prefeitura foi entregue por uma funcionária de confiança do ex-prefeito e que no local não havia nenhum papel, processo e até mesmo as memórias dos computadores foram retiradas. “Não havia nada nos setores do financeiro, administrativo, jurídico, contábil, licitação, RH, entre outros. Além de ter sido retirado todos HD’s dos computadores nos referidos setores conforme o laudo técnico do TI que foi protocolado no Tribunal de Contas e no Ministério Público. Denunciamos que encontramos o prédio da prefeitura sem documentação e os computadores sem memória. Assumimos a prefeitura no escuro.”, explicou Oliveira.

Segundo o prefeito, Curaçá possui uma dívida de mais de R$ 10 milhões junto ao INSS, referente aos recolhimentos de 07/2013 a 11/2016, mas ainda falta apurar os valores de dezembro e décimo terceiro salário do ano passado que ainda não foram contabilizados. A atual gestão recorreu a Receita Federal e ao INSS para que os recursos do município não fossem bloqueados.

“O ex-gestor deixou um débito de R$ 10.623.195,30, pois o imposto era recolhido dos servidores e não era repassado ao INSS. Esse montante já inviabiliza a nossa gestão e por isso protocolamos no TCM, Ministério Público Federal e na Polícia Federal com todas as informações com relatório da Receita Federal.”, afirma Pedro.  

As dívidas do município não param de aumentar, Pedro Oliveira conta que a Caixa Econômica Federal enviou uma relação dos consignados da gestão anterior informando que o débito municipal ultrapassa R$ 2 milhões e já existe uma ação da instituição contra o ex-prefeito, mas o prefeito resolveu apresentar a denúncia ao MPF, Delegacia da Polícia Federal e também no Tribunal de Contas sobre apropriação indébita.

“Agora, nós temos que negociar com a instituição e isso vai engessar cada dia mais a nossa cidade. Pois, o município está com o “nome sujo” e não pode fazer nenhum convênio com os governos por conta das pendências, mas estamos buscando fazer prestação de contas de alguns convênios justificando que se trata de inadequações da antiga gestão.”, finalizou o prefeito.

...

Polícia apreende armas e drogas em durante operação na divisa de PE e BA

Foto: Divulgação

Com a proximidade dos festejos momescos, foi desencadeada na madrugada desta quinta-feira (02), a primeira edição de 2017, da Operação Aprisco Seguro, onde as equipes do 2º, 5º Peletão e PETO/45CIPM realizaram o patrulhamento nas ilhas da Ipoeira e Tamarineiro, em Riacho Seco, distrito de Curaçá, área de divisa com Orocó, Sertão de Pernambuco.

Durante a operação foram aprendidos aproximadamente 8Kg de maconha pronta para o consumo e incinerados no local uma considerável quantidade de pés de maconha postos a secagem; Ainda foram presos por Porte Ilegal de Arma de Fogo, Flávio Robério da Silva Menezes e Wanderson Soares Campos, com quem foi apreendida uma espingarda calibre 12 com três cartuchos de igual calibre e uma espingarda de pressão calibre 5,56 com 22 balins. A ocorrência foi registada na Delegacia de Juazeiro com a entrega de todo material apreendido.

Em Curaçá, prefeito faz auditoria no município e denuncia irregularidades ao Ministério Público

Foto: Divulgação/Ascom

Desde os primeiros dias de gestão, o Prefeito Pedro Oliveira em conjunto com os Secretários e Procuradores Municipais, estão empenhados em analisar e elaborar relatórios que retratam a situação atual do município em todas as áreas. Através dessa auditoria minuciosa, sobre os bens públicos de Curaçá que será entregue ao Ministério Público, será exposto os desmandos e os graves problemas que o município está enfrentando, atualmente.

Foto: Divulgação/Ascom

A princípio, a dificuldade em efetuar o pagamento dos servidores públicos, referente ao mês de dezembro de 2016, que ainda não foi efetuado devido à falta de informação acerca dos restos a pagar, bem como, por não ter sido encontrado nenhum documento no setor contábil, documentos importantes para que esse pagamento seja realizado. Isso sem falar que em alguns computadores não foram encontrados o HD, (mecanismo que armazena dados no computador) aumentando ainda mais o problema.

Na educação, outro grave problema, o ano letivo escolar de 2016 interrompido por inúmeras greves de professores e profissionais da área, por falta de pagamento e por reivindicações por melhores condições de trabalho, deverá encerrar ainda este ano, para que o ano letivo de 2017 possa iniciar. Por esta razão é possível que o início das aulas tenham um atraso considerável, prejudicando, mais uma vez, os alunos de Curaçá, desacreditados sobre a garantia de um direito essencial para sua formação enquanto cidadãos que é a Educação.

O Município de Curaçá está sofrendo os reflexos da gestão desastrosa do ex-prefeito. Por conta disso, o Governo está fazendo uma auditoria e adotará todas medidas necessárias a responsabilização do Gestor passado, encaminhando-se todos os fatos apurados e relatados ao Ministério Público.

...

Investimento de R$ 7 milhões da Codevasf garante água a 2,9 mil famílias no semiárido baiano

Foto: Divulgação

Quase três mil famílias rurais que vivem e produzem em áreas do Norte baiano castigadas pela estiagem prolongada estão tendo acesso a água graças a um investimento de R$ 7 milhões executado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), por meio de sua 6ª Superintendência Regional, sediada em Juazeiro.

Do total de 290 poços tubulares e cristalinos que haviam sido previstos para serem instalados na região, 123 foram concluídos até o final de 2016 e 167 serão implantados este ano. Cada poço possui um reservatório individual com capacidade para 10 mil litros, e cada reservatório é dotado de três torneiras e um bebedouro para animais.

Foto: Divulgação

As estruturas vão atender, no total, a 24 municípios do Norte baiano, região do Submédio São Francisco. Os recursos que viabilizam a ação são oriundos do Orçamento Geral da União destinados à Codevasf por emendas parlamentares, e também do Ministério da Integração Nacional por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

“A importância de um poço é grande porque quando você não tem água praticamente de jeito nenhum, fica dependente de carros-pipa. A água quando chega talvez seja a maior riqueza que pode acontecer na vida do homem da Caatinga, do Semiárido”, afirma José Carlos Santana Silva, presidente da Associação dos Agropecuaristas da Fazenda Melancia e Adjacentes (AAMA), no município de Curaçá. “Com o poço, a gente passou a ter mais disponibilidade de água. Antes a gente tinha que comprar em carro-pipa ou então aguardar as chuvas, e se perdia muito tempo no deslocamento com animais pegando a água – até mesmo no lombo da gente. Agora a água está mais próxima, então eu digo a você que a água aqui é tudo”, acrescenta Silva.

Alguns dos poços revelam alta capacidade de fornecimento de água – caso daquele instalado na região do Talhadinho, município de Glória, que revelou potencial de vazão estimada em 40 mil litros.

A ação em Glória contou com a parceria da prefeitura municipal, que disponibilizou máquinas motoniveladoras, retroescavedeira, trator de esteira e equipamentos que facilitaram o acesso ao local da perfuração, no qual o terreno é arenoso e de difícil mobilidade, segundo informou o técnico da Codevasf.

As comunidades rurais beneficiadas com a ação estão situadas nos municípios de Glória, Jaguarari, Morro do Chapéu, Campo Alegre de Lourdes, Remanso, Juazeiro, Curaçá, Uauá, Miguel Calmon, Campo Formoso, Mirangaba, Jacobina, Casa Nova, Sobradinho, Pilão Arcado, Abaré, Chorrochó, Jeremoabo, Macururé, Rodelas, Santa Brígida, Umburana, Sento-Sé e Várzea Nova.

Sedimentares e Cristalinos

Os poços perfurados e instalados pela Codevasf no semiárido são uma tecnologia de convivência com a seca que se divide em dois tipos: poços sedimentares e cristalinos.

Os sedimentares são perfurados nos locais que possuem manchas de sedimentos (arenito, calcário), escavados a profundidades que podem variar de 100 a 200 metros, e fornecem grandes volumes de água oriunda do lençol freático. A captação da água é feita por meio de motobombas de alta potência.

O poço tubular em áreas cristalinas é perfurado e instalado em regiões de subsolo rochoso, entre 50 a 80 metros de profundidade, e a água é captada das fendas nas rochas, onde se acumula água. O volume é menor, e a captação é feita por catavento ou por bomba submersa.

A perfuração e instalação de poços oferecem alívio para a população que vive e produz em áreas onde a falta de água é agravada pela seca prolongada.

Primeiro homicídio do ano é registrado em Curaçá (BA)

Na tarde desta quinta (19), um homem foi assassinado na zona rural de Curaçá, norte da Bahia. Segundo informações, a vítima mais conhecido como “Matusalém” foi morto no interior da Roça Parafuso. Os acusados fugiram tomando destino ignorado.

O corpo foi removido pela equipe do IML para o setor de necrópsias da unidade de Juazeiro. Esse é o primeiro homicídio registrado no município baiano.

...

Início